Mural da Alimentação

No dia 23/11 (3ª feira), no auditório do CRN-4, aconteceu o primeiro encontro coletivo provisoriamente chamado de Frente Ampliada de Nutricionistas. O evento contou com a participação dos representantes das três entidades – CRN-4, ANERJ e SINERJ, além dos profissionais que atuam na rede de municipal de saúde do Rio de Janeiro. A principal discussão gerou em torno das precárias condições de trabalho dos nutricionistas no setor público. Os que trabalham nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família – NASF relataram situações vergonhosas que envolvem a falta de medicamentos básicos, atraso de salários, ameaças de demissão e fechamento de serviços. No intuito de orientar uma postura de paralisação, no próximo dia 30 de outubro, às 18:30, também na sede do CRN-4 haverá uma reunião que contará com a presença do SINERJ e a categoria. PARTICIPEM e venham lutar pelo direito de todos a nenhum serviço a menos!

[…]”Pela primeira, no ano de 2017, alimentos foram comprados, através do PAA – Programa de Aquisição de Alimentos, de cooperativas constituídas por agricultores familiares, que produzem alimentos orgânicos, no município do Rio de Janeiro e distribuídos em escolas públicas municipais.”

[…]”depois de muita pressão e negociação, também pela primeira vez uma chamada pública foi lançada, agora no mês de agosto e está em andamento, para a compra de alimentos da agricultura familiar para atender às escolas. A próxima chamada está prevista para o mês de outubro e, desta vez, pretende contemplar todos os grupos de agricultores familiares que produzem na cidade.” (Texto: Suzana Padrão – Ms. Profª do INU/UERJ)

 

Deixe um comentário